Como sua empresa atua hoje para prever um ciberataque?

Conheça a estratégia PREDITIVA da be.MAV

 

Detectar antecipadamente uma possível tentativa de invasão do sistema e ou roubo de dados, hoje tornou-se uma vantagem estratégica para qualquer negócio, pois o impacto de um ciberataque pode trazer graves prejuízos financeiros, de imagem e mesmo de continuidade do negócio.

Veja esse artigo do Computerworld 

 

“Uma violação de dados por meio de um ataque cibernético tem um custo médio de 1,35 milhão de dólares para as empresas brasileiras, de acordo com um novo relatório feito em parceria entre a IBM Security e o Instituto Ponemon.”

Companhias brasileiras ainda demoram 250 dias para perceber que foram invadidas, segundo novo estudo feito pela IBM em parceria com Instituto Ponemon.

Empresas de saúde

Pelo nono ano consecutivo, de acordo com o relatório, as organizações de saúde registraram os maiores custos associados a violações de dados, com quase 6,5 milhões de dólares – mais de 60% superior à média do setor.

Estratégia preditiva da be.MAV anti-fraude

 

A plataforma Ionate, da qual a be.MAV é representante no Brasil, possui o portfólio de segurança mais completo incorporado.

Os traços exclusivos de segurança da Ionate incluem proteção em tempo de execução e tempo de execução em todas as camadas por meio de recursos como firewall de contêiner, WAF baseado em AI / ML, detecção proativa de vulnerabilidade de contêineres, segurança entre microsserviços, controle de acesso e gerenciamento de segredos.

Além disso, a plataforma aproveita a AI / Neural Network proprietária para descobrir automaticamente os KPIs de negócios e infraestrutura e prevê e detecta anomalias, incluindo futuras ameaças à segurança.

 

Para maiores informações, entre em contato:

 

Não sou robô