Síndrome de “João Batista” (Boas Festas)

Essa eu aprendi com meu mestre e grande amigo João Barroso, a síndrome de João Batista, ou seja, chegar antes da hora, uma história para terminar ano.

Vamos terminar o ano com uma história, dentre as muitas que nós como empreendedores vivemos, afinal ao inciar um novo ano, sempre estamos motivados a construir, inovar, trabalhar, criar, portanto sujeitos a essa síndrome.

Como Cristo, João Batista era um profeta e pregava, o evangelho indica João Batista como precursor do Messias a fim de preparar o caminho para a chegada de Jesus.

Ou seja, João Batista chegou antes da hora e ele nem é lembrado, já Cristo…

O mesmo já ocorreu comigo algumas vezes, a última que me empolguei com a ideia foi de colocar no celular os cartões de crédito, débito e outros através do uso do NFC, isso há uns 6 anos.

Tínhamos uma solução de sucesso, já utilizada na Europa e reconhecida pelas maiores bandeiras de cartão.

Por aqui visitamos emissores de cartões de todos os portes, sempre recebemos um ótimo feedback, mas fechar nada, até que desistimos.

Hoje, temos Samsung Pay, Apple Pay, Google Pay, e quem sabe quantos outros pays existem há um custo muito maior.

Ou seja, SÍNDROME DE JOÃO BATISTA é quando chegamos com uma grande ideia antes do tempo.

Bom, já que na época a ideia não deu certo, resolvi colocar o cartão no celular por conta própria, como brinde da be.MAV, e o seu celular nem necessita ter NFC (um pouco de humor).

Cartão no celular
Cartão no celular

Boas Festas a todos, um Feliz Natal e um ótimo ano de 2019, tendo ideias na hora certa

be.MAV

Marco Vidal