Uma tentativa de fraude a cada 17 segundos sem considerar a área da saúde…

“Nos dois primeiros meses deste ano, foram mais de 305 mil tentativas, o que significa que, a cada 17 segundos, alguém tentou roubar dados para efetivar uma fraude e aqui”, segundo os dados.

Nesse caso só tem uma coisa que não pode ser roubado ou clonado, o PERFIL DE USO DO CLIENTE é nisso que a MAV acredita, antifraude com base no PERFIL.

Fonte dos dados site Valor

Tenho um exemplo FÍSICO do fato, estava eu reunido com um CIO amigo conversando sobre prevenção a fraudes, quando ele saiu da sala e me trouxe uma pilha de documentos utilizados em fraudes contra o Banco, e a única coisa que o fraudador não tinha como simular era a foto, em todos tinha a mesma foto de PERFIL.

Transportando isso para o roubo de informações, o fraudador pode roubar dados, mas não o PERFIL que é único.

Cada pessoa tem uma característica de uso veja, o internet banking, tem horário, forma de usar o teclado, geolocalização, características de transações, são os hábitos.

No uso de cartão de crédito, frequência de compra, valores, locais, geolocalização, tipo de compra, e assim vai.

No caso da saúde, tem o perfil do cliente, seu histórico, características.

“Em 2017, foram registradas 1,96 milhão de tentativas de fraude no Brasil, maior resultado desde 2015 e número 8,2% superior ao índice registrado em 2016, conforme indicador medido pela Serasa Experian. Apenas nos dois primeiros meses deste ano, foram mais de 305 mil tentativas, o que significa que, a cada 17 segundos, alguém tentou roubar dados para efetivar uma fraude.”

“Até 2020, o prejuízo global com violação de dados pode alcançar, cifra quase quatro vezes acima do apurado em 2015, de acordo com estimativa da Kroll, consultoria americana de gestão de riscos.”

Em conversas com algumas empresas é comum ouvir que elas NÃO TÊM FRAUDE, o que pode ser uma verdade ou elas não estão vendo a fraude.

Em ambos os casos é possível se fazer um trabalho inicial com um investimento justo, assim para quem realmente não tem fraude será uma preparação para o entendimento do comportamento do cliente e assim estar preparada para um eventual ataque.

No caso de quem está tomando fraude, mas não tem essa visão, poderá identificar de onde está vindo, criar as barreiras necessárias e sua estratégia de prevenção e o mais importante parar de perder dinheiro.

Marco Vidal – LinkedIn